fbpx
Pular para o conteúdo

Praxio em

Revista

Substituição de CTe: Quando e Como emitir CTe de substituição?

Uma dúvida frequente durante os  processos diário dentro do módulo Cargas é saber quando e como o emitir CTe de substituição.

Vamos esclarecer que, a emissão de CTe de substituição é aplicada somente quando o valor do frete está incorreto ou quando o tomador está incorreto.

Considera-se também quando o CTe de substituição já tiver ultrapassado a data de cancelamento do Cte original, quando o erro não puder ser corrigido através de carta de correção ou quando o valor do imposto não puder ser sanado com a emissão de CTe complementar.

Neste caso o CTe de substituição poderá ser aplicado para ajustar o valor do frete ou tomador do documento.

No CTe de substituição o novo tomador deve estar referenciado anteriormente como destinatário, expedidor, recebedor ou remetente, localizado no mesmo estado do tomador original e pertença a alguma empresa designada  como destinatário , expedidor recebedor, remetente  ou tomador do documento original.

Se o tomador do serviço for contribuinte do ICMS, deverá gerar o evento de desacordo.

Mas se o tomador não for contribuinte do ICMS , deverá emitir uma declaração informando a data e o número do documento com erro.

A transportadora fará a emissão do CTe de anulação e depois o substituição. 

 

É a Praxio, descomplicando para você ir mais longe. Praxio #Podecontar!