Pular para o conteúdo

Conteúdo

Blog

Últimas Notícias

WMS: o que é e como se aplica este sistema na logística

Software WMS é um dos recursos tecnológicos mais procurados pelas transportadoras que buscam diferencial competitivo no mercado. Afinal, as tecnologias para o transporte não visam somente tornar as operações mais seguras, como também cada vez mais eficientes e rentáveis.

Com a quarta maior rede de estradas do mundo, o Brasil movimenta cerca de 60% de todas as mercadorias pelo transporte rodoviário. É por isso que inovações são tão importantes para o setor. Dos rádios digitais aos recursos de GPS e monitoramento de veículos, esses são apenas alguns exemplos que transformaram o dia a dia das transportadoras ao longo dos anos.

Uma das ferramentas que melhor aprimoram esses processos é o WMS, o que significa Warehouse Management System – ou sistema de gerenciamento de armazém, em português. É possível que você já tenha ouvido falar neste termo, mas ainda circulam muitas dúvidas sobre suas funcionalidades.

Portanto, a Praxio, especialista no desenvolvimento de softwares para o transporte rodoviário de carga, esclarece o que é WMS e quais são as vantagens em utilizar esse sistema.

 

WMS: o que é?

Conforme mencionado, trata-se de um software que auxilia as rotinas de estoque e distribuição de forma estratégica. Para as transportadoras, é a ferramenta de otimização da gestão logística.

 

Como o WMS funciona?

O controle do armazém atua no controle de processos como recebimento, expedição, inventário e faturamento. Qualquer movimentação de estoque pode ser acompanhada digitalmente, o que contribui para que o planejamento de processos da transportadora seja cumprido. Assim como viabiliza a medição de resultados por relatórios gerenciais emitidos em tempo real.

As informações de inventário, recebimento, endereçamento, separação e expedição, entre outras ações, são gerenciadas de forma automática. Não há risco de perder as informações, pois são armazenadas em nuvem (cloud computing).

O WMS utiliza recursos como código de barras e sincronização de dados para o acompanhamento do fluxo de produtos. Ele ainda indica o status das prateleiras, mostrando o local que cada item se encontra, bem como seu endereço de entrega.

 

Quais são os benefícios do WMS?

Além da redução de custos pela otimização do espaço físico, garante agilidade na operação. O sistema reduz o tempo de movimentação dos produtos no armazém. O WMS também permite uma vantagem competitiva na gestão de frete, pois organiza a rotina logística e estabelece prazos hábeis para entrega.

 

Qual a diferença entre WMS e ERP?

Apesar de soluções com focos diferentes, normalmente estes termos são confundidos. O ERP significa Enterprise Resource Planning, ou sistema integrado de gestão empresarial

Sua função é centralizar dados de operações backoffice de uma transportadora. Abrange as partes administrativas, humanas, contábeis, jurídicas e financeiras da empresa. O ERP cuida, por exemplo, da emissão e importação de CTe e outros documentos fiscais.

A confusão existe porque o ERP também é uma solução tecnológica que auxilia a gestão da empresa.

No caso das transportadoras, não é necessário escolher entre um ou outro: há soluções que integram as áreas para o melhor funcionamento dos processos, como o Avacorp-i – ERP mais completo do mercado em transporte, logística e armazenagem, que utiliza inteligência artificial para descomplicar toda a operação da empresa.