Pular para o conteúdo

Conteúdo

Blog

Últimas Notícias

Transporte sustentável: como o sistema de gestão pode ajudar

Atualmente, 61,1% de toda a carga deslocada no Brasil é feita por meio do transporte rodoviário, movimentando R$ 80 bilhões na economia. No entanto, mesmo com dados tão representativos, o modal rodoviário ainda não é considerado um transporte sustentável.

A afirmação é da Agência Internacional de Energia (AIE). Em pesquisa, a AIE revelou que esse tipo de transporte é o que mais consome combustíveis derivados de petróleo no mundo – uma fonte de energia não renovável.

A pesquisa também revela que a categoria contribui ativamente para a emissão de gases de efeito estufa (GEE). Esses gases são responsáveis pelo aumento do aquecimento global. Vale ressaltar que, no Brasil, os transportes correspondem a 69% do consumo de petróleo e gás natural. E por 13,8% das emissões de GEE.

Dessa maneira, a preocupação com o meio ambiente trouxe uma nova perspectiva para empresários do setor. Visando a sustentabilidade, o foco é não deixar que a categoria seja vista de forma negativa no mercado nacional e internacional.

De acordo com a Organização das Nações (ONU), o investimento em transporte ecológico permite alcançar metas globais de sustentabilidade e ainda garantir uma economia de U$ 70 trilhões às empresas até 2050.

O impacto ao meio ambiente pode ser analisado de duas maneiras: como a malha rodoviária pode impactar no meio ambiente; e como ela pode influenciar o campo econômico. As duas percepções são cruciais para a sobrevivência do planeta – e do setor.

 

Tecnologia aliada ao meio ambiente

Segundo a Confederação Nacional do Transporte (CNT), o transporte rodoviário brasileiro é responsável por 42% de CO² lançado na atmosfera. E a perspectiva é que os números aumentem 4% até 2020.

Nesse sentido, soluções tecnológicas têm ganhado força no mercado para viabilizar uma logística sustentável. É o caso de caminhões elétricos, por exemplo. Esses veículos já são realidade em empresas internacionais. Gerando resultados sustentáveis e no bolso dos empresários.

Afinal, é preciso levar em conta o custo com combustíveis. Atualmente, é a despesa que atinge até 40% do valor total dos fretes – influenciando inclusive no valor do produto comercializado. No âmbito do meio ambiente, a cadeia logística composta por carros elétricos é menos agressiva em comparação aos combustíveis derivados de petróleo.

 

Sistema de gestão integrada como estratégia sustentável

Ainda não é preciso pensar somente em veículos autônomos se o desejo é agir de forma sustentável. Uma tecnologia alcançável financeiramente a empresas de todos os tamanhos é o software de gestão de transporte.

Afinal, a gestão de frota também pode ser uma aliada para reduzir a emissão de gases poluentes. Isso porque um caminhão que roda vazio não traz prejuízo somente ao bolso, como também impacta o meio ambiente com poluentes.

Para evitar esse problema, softwares de gestão de frotas ajudam a otimizar a logística. Assim, evitam que os caminhões rodem vazios. Como também elaboram itinerários inteligentes. O auxílio de robôs durante a operação, incluindo a emissão de documentos de transporte, economiza tempo, combatendo a ociosidade na operação.

Dados revelam que a malha rodoviária brasileira roda 40% do tempo sem cargas. Isso significa que, em um ano, este trajeto seria o suficiente para dar a volta ao mundo 300 mil vezes. Ao evitar que rodem vazios, é possível reduzir as emissões de CO2 em até 15,6 milhões de toneladas por ano.

 

Análise de performance

Além da economia de combustível, outro benefício do sistema de gestão é a integração de informações que o sistema oferece. Dados como manutenções corretivas e preventivas viabilizam o gerenciamento de peças e pneus. Isso pode prolongar a vida útil desses itens.

Outro problema comum às transportadoras são as más condições das estradas. Com o auxílio do sistema é possível evitar esses trajetos e evitar o desgaste prematuro do caminhão.

 

Solução Praxio para um transporte sustentável

A Praxio é uma empresa especializada em soluções tecnológicas específicas para o setor do transporte e logística. O ERP de Cargas e Logística da Praxio automatiza os processos e facilita a rotina dentro da transportadora.

Com a tecnologia de geoposicionamento, permite a localização de veículos, evitando riscos e possibilitando a criação de rotas inteligentes. Além de fazer o controle de manutenção, também atua na gestão de abastecimento e controle de pneus.

Dessa maneira, fica mais fácil assumir o controle da frota e analisar o custo-benefício de cada veículo para a transportadora e para o meio ambiente para uma operação consciente e um transporte sustentável.