Pular para o conteúdo

Conteúdo

Blog

Últimas Notícias

Os 5 itens que não podem faltar em uma gestão financeira para o transporte

Quando o assunto é gestão financeira para o transporte, é importante conhecer os hábitos de consumo dos empreendedores brasileiros. Como também entender o que dá ou não certo dentro do negócio.

Os principais motivos para o fechamento das empresas nos cinco primeiros anos estão ligados aos seguintes fatores: planejamento prévio, gestão empresarial e comportamento do empreendedor. Os números são de uma pesquisa sobre os motivos de falência das empresas brasileiras, divulgada pelo Sebrae em 2014.

A falência acontece precocemente, pois, ao abrir a empresa, o empreendedor não fez o levantamento prévio necessário sobre o mercado. Por exemplo, 46% não sabiam o número de clientes e seus hábitos de consumo.

Outro dado importante é que 39% dos empreendedores brasileiros não previram o capital de giro do negócio. E não planejaram adequadamente sobre os itens básicos antes do início das atividades da empresa. Assim como 38% das empresas não sabiam o número de concorrentes.

Na contramão da falência, segundo o Sebrae, empresas que costumam aperfeiçoar seus serviços, e se mantem atualizadas com respeito às tecnologias do setor, têm mais chances de sobreviver ao mercado acirrado.

Esses são alguns motivos que tornam a gestão empresarial tão necessária para evitar uma possível falência da transportadora. Afinal, sem um planejamento prévio, dificilmente conseguirá seguir com sucesso ou sair do zero a zero.

Porém, essa não é a única forma de manter a empresa de forma saudável. Separamos cinco dicas imprescindíveis para aprimorar a gestão empresarial dentro da sua transportadora e garantir o sucesso do negócio:

 

  1. Controlar o fluxo de caixa

O primeiro ponto importante para a gestão financeira da transportadora é manter o controle de registro de operações. Essa prática permite enxergar o que cada departamento está gastando, e quanto dinheiro está entrando.

Porém, a prática só é eficaz se a empresa mantém os dados atualizados e anota todos os valores que foram usados e recebidos. E é disso que se trata o segundo ponto.

  1. Manter a disciplina

Para a gestão financeira funcionar, é preciso criar o hábito da disciplina. Ou seja, o empreendedor precisa ter atenção monitorar os controles financeiros, estoques, e os funcionários com cuidado.

Ainda mais se o empreendedor está no início do negócio. Essa é a época que o empreendedor costuma estar mais sobrecarregado devido à falta de mão de obra.

 

  1. Descubra onde sai o seu dinheiro

Em um escritório, fica mais fácil descobrir os gastos de cada departamento, já que estão todos concentrados dentro de um só lugar. Mas, como fazer quando parte importante dos funcionários fica na rua, e os gastos variam conforme os itinerários, custo da gasolina e pedágios?

Para que a gestão financeira no transporte seja feita com qualidade, é importante que o gestor inclua em seu planejamento desde os pequenos gastos até os custos mais altos necessários para a empresa funcionar. Também é preciso prever com antecedência os gastos futuros, que não são fixos, como 13º e férias dos funcionários ou IPVA e seguros dos veículos.

Outro fator que deve ser avaliado e que está ligado à falência precoce é a quantidade de gastos pessoais, é preciso separar os gastos pessoais do empreendedor do caixa da empresa. Sem essa separação, dificilmente terá um caixa positivo.

 

  1. Tenha uma reserva

O descontrole financeiro, gera um resultado negativo para a gestão do negócio: a falta de uma reserva para imprevistos.

Esse reserva também é indispensável para o sucesso da transportadora. Caso aconteça algo que não estava previsto, como algum acidente, como roubo de carga ou acidentes de veículos, ou aumento com o custo do transporte, alta de combustível, por exemplo, o empresário tem de onde tirar sem ser necessário fazer empréstimos.

Outra reserva positiva que deve ser feita é manter investimentos financeiros, também é fundamental para a gestão financeira da transportadora.

 

  1. Contratar um sistema de gestão financeira para o transporte

Quando feito com qualidade, a gestão financeira da transportadora funciona como um norte para o empreendedor, já que permite descobrir tudo o que está dando certo ou não, e quais medidas tomas para melhorar.

E um bom software de gestão financeira é capaz de fazer um levantamento de todos os dados da empresa e melhorar os resultados de todos os setores, a fim de mantar a economia da empresa longe do vermelho.

Para que o sistema de gestão financeira da transportadora de certo, os responsáveis vão precisar disponibilizar todos os dados possíveis, contas, fluxo de caixa e as demais informações que possibilitam descobrir tudo o que é necessário para impulsionar a economia da empresa.

A Praxio disponibiliza os melhores softwares do mercado para ajudar na gestão financeira da sua transportadora. Acesse o site e descubra qual é o melhor para a realidade da sua empresa!