Pular para o conteúdo

Conteúdo

Blog

Últimas Notícias

Migração de ERP: como mudar de sistema de gestão na empresa

A migração de ERP não é a tarefa mais fácil que a sua empresa pode passar. Mas, caso seja necessário, certamente será a mais transformadora. Isso porque o ERP pode garantir diversos benefícios – quando bem executado.

Se a sua empresa não se adaptou ao Sistema de Gestão já implantado, seja pela tecnologia que não entende o seu negócio e deixa gaps na operação, ou pela dificuldade de usabilidade da parte de seus colaboradores, não se preocupe.

O ideal é buscar a solução que vai expandir a sua capacidade gerencial e colocar a casa em ordem. E empresas que desenvolvem softwares de gestão especialistas já são preparadas para esse tipo de situação, a fim de facilitar essa transição para a empresa que deseja migrar para um novo sistema.

 

O que esperar de um Sistema de Gestão ERP?

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning. Termo que, traduzido para o português, significa Sistema Integrado de Gestão Empresarial. Ou seja, é um software capaz de automatizar e integrar os processos, unindo em uma só plataforma todas as atividades da empresa.

O ERP melhora a gestão e garante facilidades no dia a dia. Assim também é no segmento do transporte rodoviário. O ERP proporciona o controle das frotas, integração entre operação e backoffice, armazenamento e análise de dados, entre outras vantagens.

Um dos maiores problemas que as empresas de transporte enfrentam quando não estão satisfeitas com o software ERP, é a falta de especificidade do sistema utilizado.

Isso faz com que seja necessário adquirir mais de uma solução, que nem sempre são integradas e sequer da mesma desenvolvedora. Ou então: exige ainda mais gastos com a customização dessas ferramentas generalistas.

Portanto, se a sua empresa está passando por isso, não é hora de desistir da tecnologia. Mas sim avaliar a possibilidade de migrar para softwares que melhor se adequam ao seu negócio.

 

Quando é hora fazer a migração de ERP?

Por englobar todos os setores da empresa, implementar o sistema ERP não é tão simples como parece. Para migrar para um novo sistema de gestão, o processo demanda múltiplas etapas que envolvem todos os setores da empresa. Pela dificuldade inicial, muitos gestores acabam adiando ao máximo a implementação de um novo sistema que se adeque às suas necessidades.

Um dos cenários mais comuns tem a ver com o crescimento da empresa, que pode não ter um software preparado por esse desenvolvimento. Apesar da premissa de uma ERP ser escalável, nem todos os fornecedores trazem essa funcionalidade para suas plataformas.

Outro panorama que aponta a hora de trocar de Sistema de Gestão é o valor da ferramenta. Às vezes, ERP obsoletos e que não atendem todas as demandas geram despesas indevidas. Enquanto um ERP mais completo tem custo mais competitivo, sem falar das funcionalidades. Nesse cenário, fazer a migração ajuda a equilibrar a economia da empresa.

Vale lembrar que todo investimento feito pela empresa deve se basear na relação custo X benefício. E o ERP é um investimento compensado por um retorno equivalente!

 

Como migrar de sistema ERP?

 Não existe uma única fórmula para esse processo. Porém, é preciso adotar uma estrutura básica que garante o sucesso da operação. Enumeramos os passos a serem seguidos:

 

1º – Mapeamento de processos:

O primeiro passo deve ser a elaboração de uma estratégia de processos. Ele deve apresentar, de forma objetiva e completa, como e qual é o valor gerado no negócio.

Quando uma empresa não está bem estruturada até aqui, é preciso mapear a estrutura de processos. Nesta parte, podem surgir mudanças necessárias nos processos da empresa.

 

2º Dimensionamento da Solução:

Com base nesse mapeamento, será definido as funcionalidades que precisam existir dentro do software. Ou seja, quais módulos ou customizações são necessárias para atender essas demandas.

 

3º Comunicação com a equipe:

Um erro comum dentro do processo é a falta de informação da equipe. Por isso, a terceira etapa antes de migrar de ERP é preparar os colaboradores para a implementação.

Este é um momento delicado, pois pode afetar a produtividade da empresa. Por isso, é importante capacitar a equipe para utilizar a nova ferramenta, minimizando os erros no ambiente de produção.

 

Quanto custa a migração?

 Para saber qual o custo, é preciso mensurar quais serão as despesas diretas e indiretas. Isso significa que, ao avaliar os custos de contratação de um novo sistema, é preciso orçar em conjunto as despesas decorrentes da migração.

Somente com todos esses valores em mãos é possível descobrir o valor do investimento. Isso porque a despesa com a migração pode variar muito, a depender do tamanho e do segmento do negócio – seguindo a complexidade de suas operações.

Mas a conta inicial é simples de entender. Uma empresa grande, com muitos processos e funcionários, custa mais caro que o pequeno negócio, com poucos funcionários e processos. Assim, conclui-se que o custo da ERP é proporcional ao tamanho da empresa.

 

E-book migração para ERP

 

Como escolher um novo fornecedor?

O ERP é peça fundamental para a gestão da sua empresa, seja ela já estabelecida no mercado ou ainda em crescimento. A escolha correta de um software, como vimos, é imprescindível para garantir o desenvolvimento saudável, fazendo o investimento com foco em resultados.

É por isso que a migração de ERP é a alternativa viável para empresas que não estão satisfeitas com seu atual software de gestão. Sob esse aspecto, alguns pontos são decisivos para a escolha de um novo sistema.

O primeiro é a compatibilidade do software com seu segmento. Se o sistema já está preparado para cobrir todas as suas operações e entende as particularidades da sua área de atuação, ganha pontos.

Outro ponto decisivo é a excelência e a disponibilidade do atendimento técnico. Afinal, um ERP, desde a sua implementação, precisa de suporte para extrair ao máximo os recursos da tecnologia. E, por isso, a empresa contrata precisa ter uma estrutura técnica ampla e qualificada.

Outra dica é avaliar a empresa e sua trajetória no mercado. Afinal, é importante buscar uma empresa que é experiente, acompanhou as principais transformações do seu setor e está de olho nas grandes inovações para o futuro.

Essa experiência é o que torna o ERP altamente qualificado para o atendimento feito sob medida para a demanda de uma empresa de transportes.

A Praxio tem o software de gestão especialista para a empresa de transporte de passageiros. Com mais de 30 anos de mercado, oferece para os cientes as melhores soluções tecnológicas para toda a cadeia do Transporte Rodoviário e Logística.

Com um atendimento diferenciado, tem 98% de satisfação no atendimento ao cliente, oferecendo consultores especialistas disponíveis para auxiliar as empresas contratantes.