Pular para o conteúdo

Gestão

de Pneus

Tenha em sua mão todo o controle na gestão dos seus pneus da sua frota.

Evite acidentes, descubra como melhorar a gestão do pneu da sua frota.

Receba nossa ligação

Cronograma de verificação

1
Cronograma
2
Aferição
3
Análise
4
Finalização

Organização das placas da unidade, relacionando-as por modelo do veículo. Por meio do cronograma você terá um auxílio visual, para melhor controle, e também, um controle mais prático sobre qual placa deve ser verificada, graças a escala de prioridade.

Auxilio Visual

Por meio do recurso visual, todas as placas são apresentadas por ordem cronológica de verificação, colocando no início da lista as que estão há mais tempo sem verificação. A barra de vida dá destaque ao tempo de verificação para cada veículo, já na barra superior, todos os veículos da unidade são organizados.

Gestão de Prazo

Cada companhia compreende suas próprias necessidades, por isso, o “Praxio Calibra Fácil”

O prazo de vencimento das aferições é selecionado pelo cliente, de acordo com a realidade da unidade atendida. O recomendado é não passar de 7 dias entre uma aferição e outra.

Aferição

1
Cronograma
2
Aferição
3
Análise
4
Finalização

Coleta dos dados de pressão e profundidade dos pneus, expressos em diagramas que contém o número e foto de cada pneu, possibilitando assim, a confirmação física e digital do ativo aplicado. Após a aferir cada pneu pode-se coletar a quilometragem.

SULCOS

Coleta de 3 ou 4 sulcos, para pneus com cavidades ímpares ou pares, respectivamente.

PRESSÃO

A coleta da pressão é feita por meio de uma mangueira e bico de duas pontas que é conectada ao equipamento. O ideal é o uso de extensores de válvulas nos pneus internos.

Leitura dos dados

1
Cronograma
2
Aferição
3
Análise
4
Finalização

Todos os dados são analisados, possibilitando que eventuais problemas na calibragem ou profundidade dos sulcos dos pneus, ou incompatibilidades com os padrões estabelecidos pela empresa sejam aferidos.

Calibragem

Por meio do Gestão de Pneus, ordens de serviço serão abertas quando for constatado que os pneus estão abaixo do nível de calibragem estabelecida, mesmo sendo algo em torno de 5% para cima ou para baixo.

Inspeção

Ordens de serviço serão abertas quando a pressão do pneu estiver com defasagem em torno de 25%. A O.S. sinalizará a área de manutenção que faça uma verificação mais pormenorizada em cada parte do pneu, visando encontrar o motivador desta perda de pressão.

Movimentação

Quando os pneus apresentarem diferença expressiva entre os sulcos ou desgastes irregulares, a ordem de serviço para a área de manutenção será aberta. Será feito análise entre as diferenças, buscando sulcos abaixo dos limites estipulados.

Finalização dos serviços

1
Cronograma
2
Aferição
3
Análise
4
Finalização
Calibragem / Inspeção

O processo de medição e aferição deverá ser revisado após qualquer correção que tenha sido ocorrido. Deve-se fazer isso para garantir que os pneus estão em ideal condição de rodagem.

Movimentação

Estoque

O Praxio Aferi Fácil integrado ao sistema de estoque do cliente permitirá que qualquer movimentação para análise, descante ou rodagem aconteça.

Análise

Quando um pneu é movido de análise, ou tenha sido recapado, se sugere que as informações sobre banda sejam inseridas , e assim, movidas para o estoque, ou vá haver o descarte, que fotografe o pneu para laudo antes do descarte.

Veículo

Os pneus aplicados em um veículo podem ser movidos para todos os destinos, sendo eles: estoque, análise e descarte.

Descarte

Pneus rejeitados pela recapadora ou estourados, irão para a área de descarte.

 

1
Cronograma
2
Aferição
3
Análise
4
Finalização

Equipamento

O Gestão de Pneus vem com um kit que conta com equipamento de aferição com mangueira para aferição de pressão, sonda para medição de milimetragem dos sulcos e smartphone android com case, pulseira e todos os seus acessórios.

Relatórios

Checklist / O.S

  • Aderência ao checklist
  • Quantidade de itens NOK
  • Estratificação de O.S
  • Extrato de checklists realizados
  • Tempo de realização por motorista
  • Estratificação de respostas NOK
  • Média de tempo para resolução dos itens
  • Produtividade dos mecânicos

Aferição de Pneus

  • Previsão de troca
  • Pneus descartados
  • KM rodado por pneu e vida
  • Resumo geral dos sulcos
  • Resumo geral das pressões
  • Aderência as aferições
  • Cronograma das aferições
  • Resumo de serviços
  • Status dos pneus
  • Custo por KM
  • Análise das melhores marcas e modelos

Benefícios

Graças ao Gestão de Pneus, terá alta precisão nos dados obtidos, como também a velocidade em todo o processo de análise. O bom uso dele redundará em benefícios financeiros, de manutenção, consumo de combustível e vida útil dos pneus.

Combustível

Redução de até 3% no consumo.

Durabilidade

Redução da perda de carcaças.

Aumento em até 15% da vida útil.

Equipe

Redução do trabalho manual.

Aumento da produtividade dos colaboradores.

Segurança

Pneus em condição correta de rodagem tem uma distância de frenagem 30% menor.

Ganho de segurança e prevenção de acidentes.

Compras

Comparação de CPK (custo por km).

Perfil de desgaste e desempenho por marcas.