Pular para o conteúdo

Editorial

E na semana do Cliente, Diga-í! Estamos cada vez mais próximos!

Desde junho, quando criamos a página Conexão Praxio e decidi que escreveria mensalmente para vocês me comprometi a estar realmente próximo a todos que usam as asnossas soluções. A tarefa não é fácil, mas é prazerosa. Afinal, tudo o que fazemos é pensando na melhor entrega, na melhor maneira de ajudar na sua operação.

Estar próximo e atento a todas às questões que dizem respeito a tecnologia para o transporte faz parte do nosso DNA. Por essa razão criamos, no mês passado, o Diga-í, mais um canal direto de relacionamento entre a Praxio e você, usuário das nossas soluções.

 

O que é o Diga-i?

Estamos juntos todos os dias, mesmo que indiretamente. Você chega ao trabalho, liga o computador e lá estamos nós na tela, prontos para apoiar as suas tarefas. Sabemos que sempre há o que melhorar. A tecnologia está sempre em movimento e nós, que somos focados na sua operação, além de estarmos atentos a todas as transformações e necessidades do setor em geral, queremos ouvir sobre o detalhe da sua operação.

Com o Diga-i, queremos entender ainda mais o seu dia a dia, as funções que realiza e como a nossa tecnologia pode ajudar ainda mais a operação do seu departamento e da empresa.

 

Primeiros Resultados:

Neste primeiro mês, recebemos uma série de sugestões das quais 80% foram para estudo. Como assim, Valmir? Estudo?

Sim, criamos um processo para a recepção e análise de cada uma das sugestões. Porque quando abrimos mais esse canal para ouvir você, nos comprometemos em agir em cada sugestão recebida. Foi o que fizemos.

 

O departamento de marketing recebe as sugestões e as envia para o grupo de gerentes de produtos. A partir daí as equipes de Atendimento, Implantação, Desenvolvimento, Comercial e Pós-venda estudam cada uma das sugestões e as classificam de acordo com a sua possibilidade de implementação nas nossas soluções.

 

A etapa seguinte é colocar as sugestões recebidas nas discussões dos diferentes times que trabalham em inovação, validação do que já se faz de bom e ajustes no que pode ser melhorado. Há alguns critérios que ajudam a decidir qual ou quais ideias irão se tornar ação da empresa, tais como: retorno, viabilidade e se faz sentido para a Praxio. Estamos sendo bem transparentes com todos que nos enviaram sugestões. Todo esse processo é porque sabemos que, sem ação, o movimento de ouvir o cliente se torna sem sentido.

Esse é um movimento que iniciamos e não vamos parar mais!

 

 

 

Você viu? 

Qual é o momento certo para expandir?

Nosso colaborador, Douglas Costa, é homenageado pelo Grupo JCA!

Ainda dá tempo para mais um café?